+55 (11) 2564.7471
Risco ISO 9001 - Q-MAX DO BRASIL - Auditoria, Assessoria e Capacitação

Risco ISO 9001

Gisberto Werninghaus  |   |  sexta-feira, 22 de abril de 2016

O risco às vistas da ISO 9001 e VDA - trata-se do risco de um processo entregar produto com qualidade e quantidade requerida ou seja a probabilidade de entregar o produto atendendo os requisitos técnicos (qualitativos e quantitativos).

Para um processo, qualidade sempre será:
                           o atendimento aos requisitos técnicos requeridos dentro da quantidade desejada.

Dentro de um sistema da qualidade os especialistas em análise de probabilidade utilizam ferramentas da qualidade para identificar se o processo produtivo / a aplicação do produto resultante deste processo vai atender à sua utilização e que a duração / tempo de uso estejam dentro de um expectativa aceitável.

Ferramentas com base matemática para uma avaliação estatística são muito comuns em processos produtivos! Em gestão da qualidade normalmente comparações entre metas planejadas e realizadas. A compreensão do risco de cada processo é então a análise da probabilidade do processo em atingir suas metas!

Da teoria para a prática, quando medidas técnicas / dimensões  ou pesos, por ex. milímetros (mm) / quilos (Kg), são a métrica para o processo a comparação da probabilidade desta acontecer dentro da medida esperada é avaliada por um método estatístico determinando o tempo e a quantidade que devemos avaliar para a liberação de um lote representativo.

Quando resultados de processos são o objeto então outras métricas devem ser avaliadas, por ex.: valores monetários, % de crescimento ou redução, a manutenção de valores!

Em todos os métodos de avaliação de resultados, sempre teremos a probabilidade de que algo não saia de acordo com o planejado ou seja o risco da qualidade ser afetada!

Como calcular o risco? qual o melhor método a usar? tem alguma forma de não correr risco?

Não, ou melhor "Jain", podemos escolher uma metodologia desde o tóro de palpite (brainstorm) até uma equação ded 4ºgrau - não importa, o método escolhido deve atender à necessidade do cenário do contexto determinado. Amanha o cenário muda e o risco pode mudar ou não, daí a necessidade de reavaliar dento do novo cenário - melhoria contínua.

Métodos: qualquer comparação métrica ou não serve, por que não o sentimento do gestor do projeto, em função de suas experiências e conhecimento de experiências relatados por outras pessoas! alguem lembra dos fundamentos do FMEA!

Por exemplo:   para a previsão do tempo:  vai chover?

Para dar esta resposta existem:

  • equipamentos de medição de pressão atmosférica, ventos, umidade e outros parâmetros;
  • dores;
  • observações ambientais;
  • movimentação de animais ou insetos
  • o que mais  você conhece como indicador indicador de alteração ou previsão do tempo.

da mesma forma podemos usar as ferramentas da qualidade para avaliação de risco, tais como:

- Toró de palpite (brainstorm);

- Espinha de peixe / Diagrama de causa e efeito

- 5 porquês

- Pareto / disperção / histograma

- Modelo FMEA

- SWAT (oportunidades e ameaças) / Análise do campo de forças

- A3 / análise de problemas / 8D / MSP

- Lições aprendidas

- Mesa redonda / de falhas - internas ou do campo

Para uma avaliação de risco base ISO9001:2015 pode usar qualquer metodologia.

Recomendo que para cada processo seja elaborado um mapa de processo, também chamado de modelo tartaruga, onde devem estar descriminadas as entradas, saídas, recursos, capacitação, procedimentos e instruções de trabalho e o monitoramento das metas deste processo.

Em regra geral em uma organização podemos ter os processos:

1. Comercial,

2. Desenvolvimento do Produto (Design),

3. Desenvolvimento do Processo,

4. Aquisição,

5. Produção / Realização do serviço,

6. Expedição / Entrega,

7. Logística,

8. Pós Vendas / Assistência Técnica.

Para a elaboração deste mapeamento dos processos recomendamos o MODELO TARTARUGA editavel em guia de artigos em QUALIDADE com avaliação numérica utilizando o modelo "AVALIAÇÃO VDA 6x" editável em guia de artigos VDA.

Para a análise de risco deve ser adotado pela organização qualquer modelo que em fução de seu ramao de negócio / produto ou serviço que o pessoal mais se adapte / se identifique - pois assim será vivido e não sempre realizada por foeça tarefa.

Q-MAX DO BRASIL
+55 (11) 2564-7471
Criação:
Desenvolvimento:
© 2015 Q-MAX DO BRASIL. All Rights Reserved.