+55 (11) 2564.7471
P5 Gestão de fornecedores - Q-MAX DO BRASIL - Auditoria, Assessoria e Capacitação

P5 Gestão de fornecedores

Gisberto Werninghaus  |   |  sábado, 17 de junho de 2017

A gestão de fornecedores procura assegurar que fornecedores, seus processos e produtos tenham e estejam com capacidade de atender aos requisitos necessários para atender suas funções e objetivos!

O P5 diferente de seus antecessores é provido e suprido pelos P2, P3 e P4; tendo na sequência o P6 e P7. veja o fluxo de processo.

avaliação de fornecedores: Processo base VDA 6.3 e Produto base VDA 6.5, validação de amostras iniciais base VDA 2,

Entrada: (5.1 / .2)
dos fornecedores
certificação ISO 9001 ou IATF 16949, auto avaliação e amostras iniciais (VDA 2).
das remessas: recebimento, avaliação e liberação de materiais e produtos para processo de produção P6.

Conteúdo do trabalho: (5.4) Procedimentos, instruções e métodos de trabalho; VDA 2, VDA 6.3, VDA 6.5, VDA 6.1, ISO 9001, IATF 16949.

Recursos humanos: (5.7) Conhecimento de processos produtivos dos ramos de fornecedores,  Certificado e habilidade de avaliação (auditor) ISO 19001, VDA 6.1 / .2 / .3 / .4 / .7. Habilidade e conhecimento de testes e ensaios para MP e produtos. Conhecimento em logistica. 

Recursos materiais: (5.5*) Recursos e estrutura de escritório; equipamentos informatica (HW e SW). Ferramentas de instalações, equipamentos e maquinas de movimentação de materiais, laboratórios de controle de materiais e produtos.

Monitoramento / eficácia: (5.3) nivel de qualidade dos fornecedores no recebimento, na avaliação VDA 2, na avaliação VDA 6.3.

Saída: (5.6) Liberação de fornecedores, validação de amostras, transferência de materiais e produtos para a produção via almoxarifado.

Quando pensamos / avaliamos fornecedores temos que conhecer as novidades do mercado não só nos processos produtivos mas também em suas instalações.

SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO CIVIL:
BENEFÍCIOS AMBIENTAIS E ECONÔMICOS

 

A Construção Sustentável é um conceito novo da Engenharia Civil que pode ser aplicado em projetos de diferentes tipos de estrutura, indo desde casas populares a construção de fábricas.
Na construção sustentável, os engenheiros civis e arquitetos adotam um conjunto de práticas antes, durante e após a execução da construção com o intuito de preservar o meio ambiente e economizar os recursos naturais.
O conceito de construção sustentável é baseado em 5 ideias básicas:
Projetos Inteligentes
Projetos de engenharia inteligentes aproveitam melhor as características do terreno e da natureza, como por exemplo, a iluminação solar natural para economizar a utilização de lâmpadas nas instalações do prédio.
Materiais Ecológicos
O uso de materiais ecológicos é outro fator importante da construção sustentável, como por exemplo, madeira de reflorestamento, plástico e concreto reciclado (concreto aproveitado a partir da demolição de outros edifícios) são diferentes opções de materiais que podem ser utilizados pela Engenharia Civil para aumentar a sustentabilidade de uma construção.
Redução da Poluição
Uma obra de engenharia civil sempre gera poluição. Porém, esta poluição pode ser reduzida através do melhor aproveitamento dos materiais (redução de desperdício) e também por meio do uso de ferramentas e estruturas inteligentes (andaimes de metal reutilizáveis).
Outra forma interessante de reduzir a poluição é selecionar as sobras da construção (tijolos quebrados, pedaços de concreto, madeira, etc.) e, o que puder ser reaproveitado deve ser encaminhado para o setor de reciclagem.
Eficiência Energética
Além de construir obras de maneira ecológica, a construção sustentável também investe em casas e prédios que possam ser mantidos de forma econômica.
Uma das maneiras de tornar um edifício mais sustentável e econômico é por meio da eficiência energética. Isso pode ser alcançado com o uso de lâmpadas e de eletrodomésticos econômicos, energia solar para aquecer a água.
Aproveitamento da Água
A água também pode ser aproveitada segundo os conceitos da construção sustentável. A água das chuvas, por exemplo, pode ser estocada em reservatórios para ser usada em tarefas como regar plantas, limpeza de pisos e de banheiros. O desperdício também pode ser evitado através do uso de encanamentos mais resistentes e de modelos mais eficientes.
Embora, à primeira impressão, os procedimentos da construção sustentáveis representem ser mais elevados, muitos deles são utilizados, justamente, para reduzir o valor final de uma obra. Isso porque, como esses materiais reciclados de construção são produzidos a partir de materiais que seriam jogados fora, o custo é inferior ao dos materiais novos.
Enfim, além das vantagens ecológicos temos os lucros financeiros.
Você conhece alguma construção sustentável?

Fonte: Guia da Carreira acesso ao site em 17/06 - http://www.lamb.eng.br/sustentabilidade-na-construcao-civil-beneficios-ambientais-e-economicos/

Q-MAX DO BRASIL
+55 (11) 2564-7471
Criação:
Desenvolvimento:
© 2015 Q-MAX DO BRASIL. All Rights Reserved.