Q-Max do Brasil

Veja quais serviços essenciaisestarão disponíveis durante a FASE VERMELHA!!!

O Estado de São Paulo decreta hoje dia 04 de março de 2021 os serviços essenciais que poderão trabalhar durante a fase vermelha (06 de março até 19 de março).

– Saúde: hospitais, clínicas, farmácias, clínicas odontológicas e estabelecimentos de saúde animal;
– Alimentação: supermercados, hipermercados, açougues e padarias, lojas de suplemento, feiras livres. É vedado o consumo no local;
– Restaurantes e similares: permitido serviços de retirada, entrega (delivery) e que permitem a compra sem sair do carro (drive thru);
– Abastecimento: cadeia de abastecimento e logística, produção agropecuária e agroindústria, transportadoras, armazéns, postos de combustíveis e lojas de materiais de construção;
– Logística: estabelecimentos e empresas de locação de veículos, oficinas de veículos automotores, transporte público coletivo, táxis, aplicativos de transporte, serviços de entrega e estacionamentos;
– Serviços gerais: lavanderias, serviços de limpeza, hotéis, manutenção e zeladoria, serviços bancários (incluindo lotéricas), serviços de call center, assistência técnica de produtos eletroeletrônicos e bancas de jornais;
– Segurança: serviços de segurança pública e privada;
– Comunicação social: meios de comunicação social, inclusive eletrônica, executada por empresas jornalísticas e de radiodifusão sonora e de sons e imagens;
– Construção civil e indústria: sem restrições;
– Escolas: seguirão abertas com restrições e controle de alunos, seguindo protocolos definidos pelo governo;
– Igrejas: podem abrir com capacidade controlada de até 30% do limite interno e seguindo protocolos definidos pelo governo.

Por que o MEI não precisa de licenças para dar início as suas atividades

Por que o MEI não precisa de licenças para dar início as suas atividades?

Começou a ser válida em 01/09/2020 a Resolução CGSIM nº 59/2020. Permitindo que Microempredeendores Individuais (MEI) sejam dispensados de alvará e licença para iniciar as atividades econômicas.
Esta regra foi aprovada em agosto pelo Comitê para Gestão da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (CGSIM).
Veja abaixo o que é necessário para estar sendo realizado o procedimento de candidatura.
Após a inscrição no Portal do Empreendedor, o candidato MEI manifestará sua concordância com o conteúdo do termo de Ciência e Responsabilidade com efeito de dispensa de Alvará de Licença de Funcionamento.
O documento será emitido eletronicamente e permite o exercício imediato de suas atividades;
As fiscalizações para verificação dos requisitos de dispensa continuarão a ser realizadas, mas o empreendedor não necessitará aguardar a visita dos agentes públicos para abrir a empresa. Também entrou em vigor medida relativa à dispensa de pesquisa prévia de viabilidade locacional, quando a atividade realizada pelo empreendedor for exclusivamente digital.
Além disso, a dispensa também valerá para os casos em que o município não responder à consulta de viabilidade de forma automática e quando não for realizada no sistema das Juntas Comerciais.
O colegiado decidiu também pela dispensa da pesquisa prévia de nome para os empresários que optem pela utilização apenas do número do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) como nome empresarial.
A norma pretende eliminar a possibilidade de coincidência de nome no registro empresarial, possibilitando ainda uma coleta única de dados nas Juntas Comerciais, propiciando ao empreendedor agilidade e simplicidade para abertura de empresas em um único portal e de forma totalmente digital.

×

Olá!

Você também pode entrar em contato conosco pelo nosso e-mail: contato@qmax.com.br

×