É uma técnica muito comum em nosso mundo corporativo que antecipa avaliação de uma empresa que poderá ser adquirida por outra ou investidores. Esta análise visa validar as informações demonstradas na contabilidade para chegar um valor do negócio e dar suporte para uma possível compra ou não.

Atividade realizada por empresa de auditoria ou consultoria técnica especializada e neste processo são realizadas algumas visitas a empresa que se analisa para entender o negócio, clientes, fornecedores e colaboradores.

Por conta da pandemia causada pela COVID-19 no ano de 2020, esperava-se que estes serviços fossem paralisados, mas, a tecnologia nos surpreende mais uma vez, gerando meios para que as atividades continuem a pleno vapor.

Especialistas acreditam que as ferramentas de plataformas de reuniões virtuais serão suficientes para avaliar e emitir seus pareceres, endossados pela reportagem do The Wall Streat Journal em 23/11/2020, dentre estas plataformas destacam-se o Microsoft Teams.

No terceiro trimestre de 2020 foram movimentados mais de 1 trilhão de dólares, porém alguns executivos ainda sentem-se inseguros com esta modalidade de análise, principalmente por nunca terem se encontrado presencialmente com quem estão negociando.

“Preferimos estar pessoalmente, mas pudemos usar as ferramentas digitais para fazer isso”

Pierre Breber , CFO na Chevron Corp.

Fonte: CFOs Adjust to Remote Due Diligence as Deal Making Soars – WSJ

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Relacionados:

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.